Artigos

Praia: Delegado de Educação garante escolas prontas para arranque do ano letivo 2019/2020

O delegado do Ministério da Educação da Praia garantiu hoje que as escolas estão prontas para o arranque do ano letivo, com um “ambiente acolhedor e arejados” e com “todas as condições” para uma “boa aprendizagem”.

Adriano Moreno fez esta afirmação à margem da inauguração da Escola Básica de Achada Grande Trás, na cidade da Praia, pelo ministro de Estado e da Presidência do Concelho de Ministro, Fernando Elísio Freire.

O ano lectivo 2019/2020 arranca na segunda-feira, 23, na cidade da Praia com cerca de 44 mil alunos e, segundo informou, a delegação da Praia contempla 12 agrupamentos escolares com 44 escolas do Ensino Básico e 12 secundárias, suportados por 1.900 professores a nível do básico e mais de 400 no secundário.

Durante o seu discurso, Adriano Moreno disse que os professores estão “capacitados, cheios de motivação e prontos” para arrancar mais este ano lectivo, sob o lema “Para uma educação de qualidade, sem deixar ninguém para trás”.

Para este ano lectivo, a nível da educação pré-escolar, informou que a delegação vai continuar a reforçar a educação pedagógica, dotando este nível com conteúdos curriculares e materiais pedagógicos, nomeadamente a introdução da língua portuguesa e o desenvolvimento das habilidades, entre outros.

A mesma fonte ajuntou que no decorrer do ano lectivo perspectiva-se a regulamentação da educação pré-escolar e a publicação do plano estratégico da educação pré-escolar.

No ensino básico, do 1º a 8º ano, informou que vão dar continuidade ao processo de implementação do plano curricular, com materiais e abordagens consolidadas no 1º, 2º, 5º e 6º ano e introduz-se conteúdos e materiais experimentais no 3º e 7º ano de escolaridade.

No ensino secundário, do 9º ao 12º ano, vão prosseguir com o objectivo estratégico de melhorar o acesso à educação mediante o reforço da gestão escolar e acção social educativa para que o funcionamento das escolas se adequa cada vez mais às necessidades dos alunos, declarou.

Na educação básica dos adultos, Adriano Moreno assegurou que vão promover uma educação e formação de qualidade e garantir o acesso equitativo à escolaridade universal e gratuita até ao 8ª ano de escolaridade.

A nível da educação especial, a mesma fonte fez saber que a aposta é no reforço da equipa multidisciplinar de apoio a educação inclusiva para que possam dar melhores respostas as demandas das duas salas de recursos disponíveis na Praia e poderem sinalizar os alunos com necessidades educativas especiais e apoiar os professores na elaboração do projecto educativo individual.

Outra meta estabelecida para este novo ano lectivo é a promoção de estratégias de redução da taxa de abandono, especialmente no Ensino Secundário.

“Estamos com uma taxa, aqui na Praia de 3,5% e o objectivo este ano é reduzir esta taxa para 2% e com o vosso contributo (professores) iremos conseguir”, perspectivou.

No que toca a reabilitação das escolas, informou que 70% do parque escolar do concelho da Praia foram reabilitados nos últimos três anos.

Adriano Moreno aproveitou para apelar a comunidade educativa para apoiar na manutenção, limpeza e conservação de todas as escolas.

SAPO c/Inforpress
20.09.2019