Artigos

CPLP disponibiliza mais de cem bolsas de estudo em benefício de todos os países da Lusofonia

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) tem cerca de 130 bolsas de estudos disponíveis e destinados a estudantes dos Estados-membros, numa iniciativa de intercâmbio de tecnologia e partilha de culturas.

Como referiu o comunicado enviado ao SAPO, as mais de 100 vagas deverão ser distribuídas de acordo com o número específico estipulado para cada país. Para a admissão às bolsas, os candidatos poderão inscrever-se nas plataformas digitais de CPLP especializadas para o efeito, em cada país.

Com efeito, para Timor-Leste estão em carteira 5 vagas disponíveis, para Guiné Equatorial e Moçambique, 10 respectivamente, São Tomé e Príncipe e Guiné Bissau, 15 vagas para cada, Angola e Brasil com igual número de bolsas de estudo, 25.

O presente programa vai compreender duas fases de submissão de candidaturas, avaliação e selecção. A primeira vai decorrer entre 16 de Julho e 18 de Agosto do ano em curso. A segunda está prevista para entre 3 e 21 de Setembro de 2018.

Após a selecção, os bolseiros poderão cumprir entre dois e quatro anos, quer para licenciatura, quer para o nível de mestrado e doutoramento na Universidade Lusófona da Humanidade e Tecnologias (ULHT).

A ULHT é a principal parceira deste programa, mercê de um memorando de entendimento entre esta instituição de ensino e o Secretariado Executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, cujo Protocolo de Cooperação, assinado a 8 de Junho de 2014, previa a parceria entre diferentes áreas, como a de formação, ensino e investigação científica, em benefício de todos os países da Lusofonia.

Para a viabilidade desta cooperação, foram, ainda, destacados organismos como o Centro de Estudos Lusófonos (CEL) e o Gabinete de Cooperação Africana (GAI), que trabalham paralelamente no alcance dos objectivos, ora traçados.

De referir que o Grupo Lusófona vem atribuindo Bolsas de Estudo aos Estados-membros da CPLP há vinte anos, ininterruptamente.

12.07.2018\SAPO